O objetivo geral do projeto foi melhorar as condições de saneamento ambiental em comunidades terapêuticas, que são espaços físicos destinados à reabilitação de dependentes químicos, com o intuito de contribuir na garantia de qualidade de vida e saúde da população. Algumas destas comunidades, localizadas em Lavras e região, possuem demasiadas deficiências no que diz respeito à qualidade da água, tratamento de efluentes e gerenciamento de resíduos sólidos. Deficiências estas, que podem provocar a disseminação de doenças de veiculação hídrica, proliferação de vetores e animais peçonhentos, assim como poluição do solo e água.