O projeto foi realizado através das mídias sociais, com publicações em forma de depoimentos, seja em forma de vídeo, áudio ou em texto esse acompanhado com uma uma foto que lembre o idoso. Nessa, alguns membros do programa de agroecologia, tiveram uma conversa com seus avós ou até mesmo idoso que os cercam, abordando temas de agroecologia que eles viveram ou vivem no cotidiano, exemplos: produção orgânica, produção de mudas hortaliças, adubação verde, agricultura familiar e entre outras.

O vídeo abaixo foi o primeiro da série, ao todo foram cinco vídeos que estão disponíveis no Instagram da ONG.